Festival Náutico 2017: 10 dias de intensa e diversificada actividade com 12 modalidades e centenas de Participantes, Voluntários, Dirigentes e Treinadores

Procissão Marítima da Senhora da Guia

O Festival Náutico (da Semana do Mar) 2017, promovido e organizado pelo Clube Naval da Horta (CNH), representou 10 dias de intensa e diversificada actividade, repartido por 12 modalidades e vários eventos.

O primeiro dia – 4 de Agosto – foi marcado pela realização da Prova de Natação de Águas Abertas/8 kms (Porto Pim/Feteira/Porto Pim que, na prática, foram cerca de 9 kms), como alternativa à Travessia do Canal Pico/Faial, devido ao mau tempo. Esta prova constitui já um cartaz incontornável de promoção turística da ilha do Faial e da Região Açores, com a chancela do Clube Naval da Horta, o mais dinâmico dos Açores.

O Caldo de Peixe, evocativo de “Como tudo começou...”, (recepção à Regata Internacional de Veleiros Portsmouth/Horta/Portsmouth, em Agosto de 1975), juntou centenas de pessoas.

Várias dezenas de Participantes no Festival Náutico da Semana do Mar desfilaram desde as instalações do Clube até ao Largo do Infante, representando as diversas Secções do CNH.

sm2017 desfile 2

Participantes no Festival Náutico da Semana do Mar com representações das diversas Secções do CNH

Na Procissão Marítima da Senhora da Guia estiveram 25 embarcações de pesca e de recreio, tendo o Clube Naval da Horta participado com as duas lanchas baleeiras: “Walkiria” e “Maria Manuela”, e com os botes “Maria da Conceição”, do Clube; e “Senhora da Guia”, da Junta de Freguesia da Feteira. O “Cruzeiro do Canal”, transportou todos quantos quiseram associar-se a este evento, em que os marítimos prestam homenagem à sua protectora: a Senhora da Guia.

A Prova de Natação do Circuito de Águas Abertas realizou-se pela 4ª vez neste Festival e contou com cerca de 20 nadadores, tendo a mítica Travessia Curta da Doca (Natação) sido um sucesso, com 57 nadadores na linha de chegada.

sm2017 camp reg canoagem 1 2017

Participantes na Prova do Campeonato Regional de Canoagem de Mar

A Prova do Campeonato Regional de Canoagem de Mar contou com canoístas do Faial, Pico, Terceira e São Miguel e com a presença e colaboração do Presidente da Associação Regional de Canoagem dos Açores (ARCA), professor Antas de Barros.

A Demonstração de Windsurf registou a participação de 11 windsurfistas, tendo este evento tido também como objectivo recordar e homenagear o faialense do mundo, João Carlos Fraga, um dos pais da Semana do Mar (o maior cartaz do Faial e a primeira grande festa concelhia a surgir nos Açores nos anos 70 do século XX) e mentor do Windsurf na ilha.

sm2017 xii eivl dia2 1

O XII Encontro Internacional de Vela Ligeira teve mais de 120 velejadores

Mais de 120 velejadores participaram no XII Encontro Internacional de Vela Ligeira, que decorreu nos dias 7, 8 e 9 de Agosto, num total de 150 elementos incluindo Velejadores, Treinadores, Dirigentes e muitos Voluntários.

Os atletas, das Classes Optimist, 420, Laser 4.7 e Hansa, vieram de várias ilhas dos Açores e de diferentes regiões do Continente português (Portimão, Cascais, Lisboa, Porto, Viana do Castelo, etc). Destaque para as 2 melhores velejadoras do top 5 em Portugal: Beatriz Gago e Beatriz Cintra, de Portimão, que estiveram em Julho no Mundial, na Tailândia. No 1º dia, as regatas correram bem, mas no 2º e 3º as adversas condições atmosféricas puseram à prova as capacidades dos velejadores, revelando a fibra dos mais fortes. Na Classe Hansa, a grande surpresa foi a vitória de Lício Silva (Classe 2.3), do CNH, que conseguiu ficar em 1º lugar, à frente do actual Campeão da Classe, Fernando Pinto, do Porto.

O Evento de Promoção da Classe Hansa – Vela para pessoas com mobilidade reduzida – permitiu que dezenas de curiosos experimentassem o conforto e a segurança destas embarcações, ideais para quem quer dar os primeiros passos na Vela.

Ainda dentro da Vela Ligeira, o “XII Troféu Cidade da Horta” – Escolas de Vela, juntou dezenas de velejadores de algumas ilhas, e a Regata dos Velhotes: regata de antigos praticantes de Vela Ligeira, na Classe Optimist, mostrou que quem sabe nunca esquece.

As diversas Regatas de Vela de Cruzeiro (“Regata dos Solitários/Genuíno Madruga; “Regata Troféu Horta”; “Regata das Sereias” e “Regata do Canal”) constituiram excelentes oportunidades para a prática da Vela, tendo proporcionado magníficos cenários no Canal Faial/Pico.

sm2017 rgt solitarios genuino madruga 1

A Vela de Cruzeiro esteve em alta neste Festival Náutico de 2017

Os Mini-Veleiros deixaram a nu a perícia dos experimentados velejadores e a Pesca Desportiva de Barco e de Costa reuniu muitos amantes da pesca, em aguerridas competições. Na Prova de Costa, os convidados de São Jorge e de São Miguel emprestaram mais brilho e dinamismo a este Festival Náutico.

Os mais pequenos tiveram, igualmente, a sua Prova Infantil de Pesca de Costa, bastante animada e participada.

A Regata das Jangadas possibilitou não só a diversão mas, também, a sensibilização para a necessidade de reutilizar, dando vida a materiais cujo destino era o lixo. A reciclagem é, pois, o caminho a seguir para poupar o meio ambiente, missão que é de todos nós.

sm2017 jangadas 2

Os mais novos fizeram 3 jangadas no decorrer das Férias Desportivas do CNH 2017 e testaram-nas no Festival Náutico

O Pólo Aquático, sempre muito disputado e com vasta assistência, constituiu um atractivo espectáculo desportivo e de boa disposição, começando logo pelos originais nomes das equipas concorrentes: “A Cabana da Prevenção do Afogamento”, os“Ressacados”,“Que Venha Jantarada” e os “Sharks”.

sm2017 botes vela 3

A Regata de Botes Baleeiros contou com participantes do Faial, Pico e Flores

As Regatas de Botes Baleeiros - Casa do Pessoal da RTP (Regatas de Vela, Remo Feminino e Masculino) foram acompanhadas de bom tempo, tendo sido muitíssimo apreciadas e acompanhadas pelas pessoas, no mar e em terra. O Canal encheu-se de novos baleeiros (eles e elas), numa verdadeira saga de memória e tradição.

O Troféu de Apneia Dinâmica com Barbatanas, que este ano tomou o nome de “Frederic Buyle” em homenagem a este antigo campeão a residir no Faial, deixou em todos a vontade de mergulhar mais fundo.

A Cerimónia de Entrega de Prémios no sábado, dia 12, onde estiveram mais de 400 pessoas – metade das quais envolvidas nos Botes – demonstra bem o empenho e o trabalho depositados na preservação deste passado ainda quente, assegurado pela Comissão do Património Baleeiro e pelo vibrante entusiasmo e persistente trabalho de muitos orgnismos, entre os quais o CNH e o seu Presidente, José Decq Mota. O repto lançado ao Director Regional da Cultura, Nuno Lopes, para que estivesse presente – tendo sido aceite – foi bem a prova de que o Governo reconhece a importância de todos aqueles que mantêm vivo este inolvidável captítulo da nossa história colectiva.

sm2017 botes remo 1

A Casa de Pessoal da RTP (Delegação dos Açores) patrocina as Regatas de Botes Baleeiros do Festival Náutico da Semana do Mar

Uma vez mais, o Clube Naval da Horta (CNH) esteve patenteado na ExpoMar, uma feira de actividades marítimas, aproveitando para promover as muitas iniciativas que organiza e desenvolve ao longo de todo o ano; para vender material promocional e, sobretudo, para captar novos adeptos para a prática das 12 modalidades que dinamiza e que são: Apneia, Botes Baleeiros, Mergulho, Canoagem, Natação, Pesca Desportiva de Barco, Pesca Desportiva de Costa, Mini-Veleiros, Vela de Cruzeiro, Vela Ligeira, Windsurf e Xadrez.

As Aulas de Ioga em pranchas de padlle, a cargo da professora Joana Meneses, emigrada no Canadá, relaxaram o corpo e a mente, e os apreciados Passeios à Vela nos Botes Baleeiros – cujas inscrições atingiram as várias dezenas – este ano não sairam do programa por questões de segurança, mas ficou bem expresso o interesse e a importância desta iniciativa do CNH no contacto que permite com esta marcante tradição baleeira.

O Secretariado destinado a dar informações, panfletos, programas, resultados de provas, registando inscrições e trabalhando nas classificações foi, como sempre, um ponto de apoio a este Festival Náutico, só possível de realizar nestes moldes graças à colaboração afincada de centenas de Voluntários, Sócios e Amigos, pontificando a entrega abnegada do elenco directivo e o trabalho dos funcionários.

Foi no decorrer do Festival Náutico que chegou à Horta a Atlantis Cup - Regata da Autonomia, que este ano completou 29 anos de navegações. A prova Raínha da Vela Ligeira nos Açores é organizada pelo CNH e, em 2018, completa 30 anos de vida. É também em 2018 que termina o actual figurino que transformou a Atlantis Cup na regata de todos os açorianos, ao tocar as 9 parcelas arquipelágicas.

Foi um belíssimo Festival Náutico, com grande adesão e participação, sustentáculo e razão de ser da Semana do Mar que, no dizer de muitos, foi a melhor de sempre, aos 42 anos. Sinal de maturidade, a que não é alheio o especial ano em que acontece e que justificou o excepcional investimento no seu programa e noutras questões de captação, promoção e divulgação da Capital Oceânica do Iatismo, da Cidade-Mar e de uma das mais Belas Baías do Mundo: a Horta, hospitaleira e pioneira.

ac2017 entreg premios horta 12

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.