IV Troféu Cidade de Viana - Semana do Atlântico

“Velejadores do CNH sentiram dificuldades em adaptar-se às condições de vento e à enormidade da frota”

A convite do Clube de Vela de Viana do Castelo (CVVC), cinco velejadores do Clube Naval da Horta (CNH - Pedro Moniz, Manuel Bettencourt, Maísa Silva, Ana Luísa Silva e Leonor Porteiro) participaram no IV Troféu Cidade de Viana - Semana do Atlântico, que decorreu em Viana do Castelo, no Continente português, nos dias 28 e 29 de Outubro.

Estes atletas da Secção de Vela Ligeira do Clube Naval da Horta tiveram, assim, a oportunidade de participar no maior Campeonato da Classe Optimist organizado em Portugal, com cerca de 200 velejadores, oriundos de mais de 30 Clubes, representando quase todos os Clubes com Competição em Portugal, muitos de Espanha, Bélgica e Irlanda.

Este evento foi organizado pelo Clube de Vela de Viana do Castelo em parceria com o  Real Clube Náutico de Vigo, contando com o apoio da West Sea - Estaleiros Navais, Câmara Municipal de Viana do Castelo e Federação Portuguesa de Vela.

A comitiva do Clube Naval da Horta – que integrava, ainda, o Treinador de Competição, Duarte Araújo – partiu no dia 27 e regressou ao Faial esta segunda-feira, dia 30 de Outubro.

Duarte Araújo foi convidado a fazer o balanço a esta competição.

iv trofeu cidade viana 1 2017

“Só com mais deslocações destas é que será possível aproximar o nosso nível competitivo dos restantes velejadores nacionais”

- Gabinete de Imprensa do CNH: Como decorreu esta Prova?

- Duarte Araújo: Decorreu bem. É sempre uma logística apertada ir ao Continente fazer regatas e tudo tem de correr bem para conseguirmos cumprir a presença, mas desta vez tivemos a SATA e a meteorologia do nosso lado.

- Gabinete de Imprensa do CNH: Como classificas o desempenho dos velejadores do CNH?

- Duarte Araújo: Os velejadores do Clube Naval da Horta sentiram dificuldades em adaptar-se às condições de vento e à enormidade da frota. 

- Gabinete de Imprensa do CNH: Sentes-te satisfeito enquanto Treinador?

- Duarte Araújo: Não, penso que com mais algum trabalho podem obter resultados melhores e não falta muito para perceberem isso. 

- Gabinete de Imprensa do CNH: Eles consideram que deram o seu melhor?

- Duarte Araújo: Eles foram escolhidos porque iam dar o seu melhor e assim o fizeram; no entanto, têm de praticar mais alguns pormenores de regata para poderem ter resultados melhores.

iv trofeu cidade viana 5 2017

“A parte social foi muito importante, pois permitiu-lhes conhecer outros velejadores, de outras regiões, e descobrirem o que têm em comum”

- Gabinete de Imprensa do CNH: Foi uma oportunidade para evoluírem?

- Duarte Araújo: Sim, tenho a certeza de que saíram de Viana com diversos conhecimentos novos, que irão ajudá-los a evoluir muito. 

- Gabinete de Imprensa do CNH: O que é que correu bem?

- Duarte Araújo: A logística e a adaptação dos velejadores a situações novas. A parte social foi muito importante, porque foram obrigados a estar em terra muito tempo, devido à falta de vento. Essa é a melhor parte dos Campeonatos, pois permite-lhes conhecer outros velejadores, de outras regiões, e descobrirem o que têm em comum.

- Gabinete de Imprensa do CNH: O que poderá ser melhorado?

- Duarte Araújo: Só com mais deslocações destas é que será possível aproximar o nosso nível competitivo dos restantes velejadores nacionais. Estamos, ainda, alguns anos atrasados, mas a trabalhar continuamente para encurtar e melhorar.

- Gabinete de Imprensa do CNH: O que tens a dizer em relação aos anfitriões, de quem partiu este convite?

- Duarte Araújo: O Clube de Vela de Viana do Castelo, através do seu Presidente, Anónio Cruz, e do Comodoro, Rui Costa Pereira, convidaram-nos para esta Prova e trataram de toda a logística, barcos, alojamento, transportes de e para o Aeroporto, deslocações em Viana, etc. Foram insuperáveis no apoio e tratamento que nos deram e seria impossível participar no Campeonato sem o apoio recebido. Como tal, deixo, desde já, o meu agradecimento por tudo que nos proporcionaram.

iv trofeu cidade viana 2 2017

“Os treinos são sempre importantes e os velejadores levam esse trabalho a sério”

- Gabinete de Imprensa do CNH: O que se segue em termos de provas?

- Duarte Araújo: Agora estamos sem provas de alguma importância até à próxima Prova do Campeonato Regional (PCR,) que será no final de Janeiro de 2018. Só com deslocações a provas no Continente português é que podemos aprender a competir e, assim, evoluir. 

- Gabinete de Imprensa do CNH: Sem provas, os treinos passam agora a ser ainda mais importantes, no sentido de manterem o ritmo...

- Duarte Araújo: Os treinos são sempre importantes e os velejadores levam esse trabalho a sério; no entanto, só se aprende a competir competindo. Tudo o resto são ensaios sem grande evolução.

iv trofeu cidade viana 3 2017

 “Só se aprende a competir competindo”

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.