Domingo, dia 29: Rui Silveira, do CNH, galardoado na XVII Gala do Desporto Açoriano, no Faial

Rui Silveira delegou no Presidente da Direcção do CNH, José Decq Mota, a sua representação na XVII Gala do Desporto Açoriano, no Faial

O velejador de Alto Rendimento de Nível A, do Clube Naval da Horta (CNH), Rui Silveira, vai ser distinguido na Cerimónia da entrega dos Galardões da XVII Gala do Desporto Açoriano, marcada para as 20h30 deste domingo, dia 29, no Pavilhão Desportivo da Horta.  

Trata-se de uma iniciativa da Secretaria Regional da Educação e Cultura, através da Direcção Regional do Desporto, e, que, contará com a presença do Director Regional do Desportos, António da Silva Gomes.

Razões de ordem desportiva impedem o atleta de topo de estar presente nesta sessão, pelo que o mesmo será representado, a seu pedido, pelo Presidente da Direcção do CNH, José Decq Mota.

O velejador da Classe Laser Standard do Clube Naval da Horta, Rui Filipe Medeiros da Silveira, vai ser distinguido pelo facto de ter representado a Selecção Nacional de Vela nos Campeonatos da Classe Laser na XII Semana Olímpica da Andaluzia, em Espanha; no Arenal Training Camps, em Espanha; no Troféu Princesa Sofia, em Espanha; no World Cup - Hyeres; no Eurosaft - Kieler Woche, na Alemanha; no Test Event - Mundial 2018, na Dinamarca; no Campeonato do Mundo, na Croácia; e no Campeonato da Europa, em Espanha, no escalão de Seniores Masculinos.

Do Faial, será ainda distinguida Gracinda Andrade pelo facto de ter atingido 25 Anos como Treinadora de Basquetebol.

Concluído o processo de apresentação e análise de candidaturas, a XVII Gala do Desporto Açoriano (2018) atribui este ano 104 troféus relativos à época desportiva passada.

Gala descentralizada por ilhas

A Direcção Regional do Desporto já começou a realizar a entrega descentralizada dos galardões a atribuir, em conformidade com as ilhas onde existem galardoados, bem como os objectivos que preconizam esta iniciativa, designadamente “homenagear e distinguir os agentes desportivos, as entidades do desporto escolar e as entidades do associativismo desportivo que se notabilizaram ao longo do ano de 2017, através dos resultados e classificações alcançados e, também, pelo contributo que deram ao desenvolvimento desportivo regional, através do trabalho desenvolvido”, pode ler-se na informação emanada por este organismo.

À semelhança do ano passado, mantêm-se neste ano de 2018 as Categorias, “Prestígio Desportivo” e “Desportista do Ano”, visando as mesmas “prestigiar os agentes desportivos não praticantes que, no ano de 2017, se notabilizaram pela excelência do seu desempenho, bem como os atletas que nesse mesmo ano mais se evidenciaram pelas suas prestações desportivas e pelos resultados de excelência obtidos tanto a nível europeu como a nível mundial, respectivamente”.

Para ambas as categorias, a Direcção Regional dos Desporto pretende que os galardoados sejam eleitos por votação efectuada por Órgãos de Comunicação Social com sede na Região.

As cerimónias de entrega de troféus começaram no passado dia 18 do corrente, em Santa Maria, tendo vindo a ser realizadas  nas ilhas Graciosa, Terceira, São Miguel, e agora Faial, São Jorge e Pico.

Para esta edição de 2018 da Gala do Desporto Açoriano são sete as categorias que apresentam nomeados, designadamente Comunicação Social, Personalidades, Alto Rendimento, Resultados e Classificações Nacionais e Participações Internacionais, Selecções Nacionais, Desportista do Ano e Prestígio Desportivo.

trofeu gala desport aco 2018

Imagem do Troféu atribuído aos galardoados

Categorias distinguidas

Comunicação Social: Entidade e Jornalista.

Entidade: Órgão de Comunicação Social que se tenha distinguido de uma forma evidente na cobertura e promoção do desporto regional em 2017, a eleger por votação efectuada pelas associações regionais ou clubes que desempenham essa competência.

Jornalista: Indivíduo que se tenha distinguido ao longo de 2017, ao serviço da comunicação social desportiva, a eleger por votação efectuada por todas as associações regionais ou clubes que desempenham essa competência.

Personalidades: Integram-se nesta categoria os diversos agentes desportivos não praticantes (técnicos, dirigentes, árbitros/juízes, médicos, massagistas, etc.) que, através do desempenho continuado na mesma tipologia de funções, tenham dedicado o seu esforço e tempo em prol do desenvolvimento do desporto na Região e tenham completado 20 anos em 2017 ou permanecido nessa função em múltiplos de cinco anos. Integram, ainda, esta categoria, os árbitros/juízes que em 2017 tenham ascendido ao nível internacional ou nele tenham permanecido em múltiplos de cinco anos.

Entidades: Integram esta categoria, as entidades do associativismo desportivo (clubes ou associações) que, pelo relevo do historial da sua actividade, tenham completado 50 anos de existência em 2017 ou nela tenham permanecido em múltiplos de vinte e cinco anos.

Resultados e Classificações Nacionais do Desporto Escolar: Integram esta categoria, os atletas que, em representação oficial dos Açores, tenham obtido o primeiro lugar em provas incluídas nos Campeonatos ou Encontros Nacionais do Desporto Escolar das suas modalidades.

Resultados e Classificações Nacionais e Participações Internacionais: Nos desportos colectivos, integram esta categoria os clubes que tenham obtido classificações num dos três primeiros lugares nos Campeonatos Nacionais ou tenham subido de nível competitivo por mérito desportivo e, também, vencedores ou finalistas vencidos das Taças de Portugal ou provas similares. São, igualmente galardoados, os clubes que, por mérito desportivo, tenham participado numa prova da respectiva federação internacional. Integram, ainda esta categoria, os atletas que, em representação de clubes da Região, tenham obtido o primeiro lugar em provas nacionais incluídas nos calendários federativos das suas modalidades na época desportiva 2016/2017 e 2017, em competição efectiva na prova com o mínimo de 5 atletas, a partir do escalão de infantis ou designação similar (idade superior a 10 anos) ou se tenham classificado num dos três primeiros lugares de provas internacionais incluídas nos calendários da respectiva federação internacional.

Alto Rendimento: Noção constante no Decreto-Lei n.º 272/2009, de 1 de Outubro, que integra todos os praticantes que, tendo feito a sua formação desportiva na Região e representando um clube regional ao serem propostos pelas Federações dotadas de Estatuto de Utilidade Pública Desportiva, ascenderam ou se mantiveram no estatuto de Alto Rendimento.

Selecções Nacionais: Integram esta categoria, os atletas que, tendo feito a sua formação desportiva nos Açores e representando um clube regional, tenham participado em qualquer competição oficial integrados nas selecções nacionais, por convocatória expressa de Federação dotada de Estatuto de Utilidade Pública Desportiva, durante a época desportiva 2016/2017 e 2017, e, que, pela sua conduta e desempenho, sejam uma referência para todos os desportistas.

Nota: Os atletas que reúnam condições para serem galardoados em mais do que uma categoria, serão sempre incluídos na categoria hierarquicamente superior a que tenham direito, sendo-lhes atribuído o troféu correspondente à mesma.

Desportista do Ano: Integram esta categoria, os atletas que, no ano de 2017, mais se evidenciaram pelas suas prestações desportivas, bem como pelos resultados de excelência obtidos tanto a nível europeu como a nível mundial, a eleger por votação efectuada pelos Órgãos de Comunicação Social com sede na Região.

Prestígio Desportivo: Integram esta categoria, os agentes desportivos não praticantes que, no ano de 2017, se notabilizaram pela excelência do seu desempenho, a eleger por votação efectuada pelos Órgãos de Comunicação Social com sede nos Açores.

rui silveira

O atleta (Classe Laser Standard) de topo do Clube Naval da Horta, é o único velejador dos Açores que integra a listagem dos distinguidos em 2018

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.