Alunos do navio-escola holandês “Wylde Swan” velejaram nos raqueros do CNH

Os estudantes aproveitaram o bom tempo para velejar na Horta

O navio-escola holandês “Wylde Swan” fez uma escala na ilha do Faial, esta segunda-feira, dia 14, tendo o capitão solicitado ao Clube Naval da Horta (CNH) colaboração no sentido de os alunos poderem fazer Vela Ligeira. De acordo com informações do Presidente da Direcção do Clube Naval da Horta, José Decq Mota, foram disponibilizados dois raqueros – “Comandante Salema” e “Augie” – que proporcionaram aos estudantes uma belíssima tarde de Vela na Baía da Horta.

Os alunos deste navio-escola frequentam o ensino secundário e encontram-se envolvidos num projecto semelhante ao “School at Sea”, que, recorde-se, neste ano lectivo de 2017/2018 contou com a velejadora do CNH, Mariana Rosa.

visita navio escola holandes wylde swan 3 2018

O CNH disponibilizou dois raqueros a estes estudantes holandeses

O veleiro “Wylde Swan”, transformado em navio-escola da marinha holandesa, começou como um “caçador de arenque” em 1920, para trazer o peixe fresco do Atlântico Norte até ao mercado no menor tempo possível. Entre 2007 e 2010 foi convertido no veleiro que é hoje conhecido como “Wylde Swan”.

visita navio escola holandes wylde swan 1 2018

A preparação dos raqueros contou com a colaboração do Presidente da Direcção do CNH

O “Wylde Swan” é a maior escuna gávea de dois mastros no mundo, com 45 metros, e uma impressionante área de velas.

A saída da da Horta está prevista para a manhã desta terça-feira, dia 15.

 visita navio escola holandes wylde swan 6 2018

“Wylde Swan”: da pesca para o ensino

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.