Vela Ligeira - Campeonato Nacional da Classe Hansa, em Portimão: Rui Dowling foi 2º classificado e Libério Santos 5º

Na Classe 2.3, o pódio foi partilhado por André Bento, da Escola Nacional de Vela Adaptada, 1º lugar; por Rui Dowling, do CNH, 2º lugar; e por Daniel Cunha, de Cascais, 3º lugar

As expectativas de João Duarte, Treinador da Classe Hansa do Clube Naval da Horta (CNH), e dos velejadores Rui Dowling e Libério Santos (Classe 2.3) em ficar nos 5 primeiros lugar no Campeonato Nacional da Classe, concretizaram-se.

Rui Dowling alcançou o 2º lugar do pódio e Libério Santos ficou na 5ª posição, com o mesmo número de pontos que o 4º classificado.

 camp nac hansa portimao 325 2018

Rui Dowling na sua versão mais artística

camp nac hansa portimao 431 2018

A passagem da comitiva do CNH por Portimão ficou registada, como se pode constatar

O Campeonato decorreu nos dias 1, 2 e 3 de Junho, em Portimão, no continente português, organizado pelo Iate Clube Marina de Portimão.

A comitiva faialense partiu no dia 29 de Maio último e só regressou a casa na manhã desta terça-feira, dia 5, devido a alterações registadas no voo Lisboa/Horta. A recebê-la esteve José Decq Mota, o Presidente da Direcção do CNH.

camp nac hansa portimao 1 2018

Comitiva do CNH na chegada à Horta, esta terça-feira, dia 5

Atrás, da esquerda para a direita: João Duarte, Treinador; Armando Oliveira, funcionário do CNH, destacado para o apoio logístico; e Nilzo Fialho, Terapeuta Ocupacional da APADIF

À frente: Rui Dowling e Libério Santos, as estrelas do CNH neste Campeonato Nacional

Os velejadores fizeram acompanhar-se pelo Treinador, João Duarte; por Armando Oliveira, funcionário do Clube, que deu apoio em termos logísticos; e por Nilzo Fialho, Terapeuta Ocupacional da Associação de Pais e Amigos dos Deficientes da Ilha do Faial (APADIF), parceira do CNH no Projecto “Vela para Todos - Faial Sem Limites”.

Este Projecto – instituído protocolarmente a 29 de Dezembro de 2011 – visa “a inclusão de todos na prática da Vela, destruindo barreiras e preconceitos que ainda possam existir, dando o seu contributo para a construção de uma sociedade mais justa e aberta à diferença”.

“Fomos muito bem recebidos em Portimão”

João Duarte descreve a forma como decorreu este Campeonato, marcado pela competição, sem dúvida, mas, também, por grande convívio, amizade e inter-acção.

“O Clube Naval da Horta foi muito bem recebido pelo Projecto “Vela Solidária”, em termos de conforto e simpatia, tendo sido organizado um vasto programa social. Destaco a forma agradável como fomos acolhidos.

Tratou-se de um Campeonato muito intenso, num campo de regata exigente, com vento nos dois primeiros dias (sexta e sábado, 1 e 2 de Junho).

camp nac hansa portimao 612 2018

O Projecto “Vela Solidária” recebeu o CNH de braços abertos, o que será sempre vincado 

“Prestação do Libério foi excelente!”

Quanto à prestação do Libério, quero realçar que foi excelente! Velejou muito bem, com boas largadas, rondou as bóias, traduzindo-se em muitos furos acima do que fazia.  O facto de o vento ter caído no 3º dia – domingo, 3 – fez com que não se tenha aguentado com o mesmo ritmo, pois, sendo um velejador pesado, é mais talhado para vento e ondulação.

Embora o Libério tenha ficado na 5ª posição, teve os mesmos pontos do 4º classificado, mas como foi a desempate, o que estava em jogo era o resultado da última regata.

Pela dedicação posta nos treinos, notei uma melhoria muito significativa por parte do Libério.

No primeiro dia de prova, ele ficou em 2º lugar e o Rui em 3º; no 2º dia, as posições inverteram-se: o Libério passou para 3º e o Rui para 2º. No último dia, com a redução do vento, o Libério desceu, ficando na 5ª posição, enquanto o Rui – um velejador que tem um melhor desempenho com vento ligeiro e sem registo de ondulação – manteve o 2º lugar.

No último dia, o Rui teve bons resultados e conseguiu um 2º lugar na geral. Atingimos o objectivo de ficar nos primeiros 5 lugares. Saímos daqui com a consciência de dever cumprido.

camp nac hansa portimao 2 2018

Rui Dowling e Libério Santos representaram não só o Clube Naval da Horta, mas também, a Região Açores

“O Lício fez falta”

Naturalmente que gostávamos de ter contado com o nosso velejador, Lício Silva, mas a lesão sofrida impediu-o de estar connosco neste Campeonato e posso dizer que ele fez falta.

O Campeonato Nacional da Classe Hansa 2019 será novamente em Portimão e a garantia é de que o Campeonato Europeu será no mesmo local, uns dias depois. Neste contexto, temos um ano para nos prepararmos para estas competições, sobretudo no que diz respeito ao Europeu, um sonho acalentado há anos e cuja participação está bem mais próxima”.

Até lá, outras provas surgirão, como por exemplo as que integram o Festival Náutico da Semana do Mar, em Agosto – o maior de Portugal – organizado pelo Clube Naval da Horta.

Libério Santos: “Estava a contar com um 3º lugar”

camp nac hansa portimao 121 2018

Libério Santos: “Este ano, a Vela está a correr melhor para mim” 

“Estava a contar com um 3º lugar, já que nos dois primeiros dias de prova fiquei em 2º  e 3º lugar, respectivamente. Mas no último dia houve menos uma regata e, também, menos vento, o que me atirou para o 5º lugar.

Fiz as 8 regatas nos três dias do Campeonato e nas 6 primeiras – realizadas sexta e sábado – dias 1 e 2 – fiquei bem posicionado, mas no domingo – dia 3 – o vento baixou muito, condição que me é desfavorável. Contudo, no cômputo geral estou satisfeito e posso dizer que correu bem.

O convívio, o passeio e a viagem, foi tudo porreiro. Posso mesmo dizer que este ano, a Vela está a correr melhor para mim”.

Rui Dowling: “Sinto-me contente por saber que dei o meu melhor”

camp nac hansa portimao 107 2018

Rui Dowling: “Este Campeonato constituiu uma oportunidade para revermos muita gente conhecida e amiga” 

“O Campeonato decorreu bem, mas foi duro, sobretudo nos dois primeiros dias. Sinto-me cansado, o que é natural. No último dia, as condições foram melhores, porque o vento estava mais calmo, mas só se realizaram duas regatas.

Considero esta participação muito positiva e tive uma boa prestação, apesar de ter sido extremamente duro para mim. Sinto-me contente por saber que dei o meu melhor e posso dizer que o resultado até foi um pouco além daquilo que estava à espera.

Os adversários eram bons e o André foi um justo vencedor.

Só posso reputar a componente social como excelente!

Este Campeonato constituiu uma belíssima oportunidade para revermos muita gente conhecida e amiga. Ao longo destes anos, foi-se criando uma relação dentro desta pequena comunidade, o que é muito interessante”.

Os velejadores Libério Santos e Rui Dowling representaram não só o Clube Naval da Horta mas, também, os Açores, já que o Faial é a única ilha da Região que tem em marcha este Projecto de Vela Adaptada.

camp nac hansa portimao 420 2018

No mar navega a competição e em terra a amizade 

A Classe Hansa do CNH já participou em 2 Campeonatos realizados em Viana do Castelo, num em Cascais, sendo este o segundo em Portimão, além daquele que decorreu em 2014, na ilha do Faial, organizado pelo CNH, e que ainda hoje é recordado por todos como tendo sido o melhor em termos organizativos, condições de tempo, de convivência, bom ambiente, camaradagem, etc.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.