Prova do Campeonato Nacional de Windsurf, no Faial: Primeiro dia dominado por Miguel Martinho, Mário Medeiros e Vasco Chaveca

Miguel Martinho, do Clube Naval de Portimão (CNP), Campeão Nacional da Classe; Mário Medeiros (“Sabão”), do Clube Naval de Ponta Delgada (CNPD), Vice-Campeão Nacional; e Vasco Chaveca, do CNP, dominaram este primeiro dia (quinta-feira, 4 de Outubro) do “Azores Windsurfing Cup - Faial”Prova do Campeonato Nacional de Formula Windsurfing 2019 – 1ª Etapa/Faial, organizado pelo Clube Naval da Horta (CNH).

Na Organização deste evento de âmbito nacional, o Clube Naval da Horta conta com o apoio da Federação Portuguesa de Vela (FPV) e da Associação de Formula Windsurfing Portugal (AFWP), e com a colaboração do “Peter Café Sport”.

Inscritos nesta Prova estão 21 atletas, oriundos do Faial, São Miguel, diversas zonas do Continente português, havendo, ainda, duas atletas espanholas. Integram este lote o Campeão e o Vice-Campeão nacionais além de uma campeã espanhola.

Esta Prova decorre de 4 a 7 do corrente, ou seja, de quinta a domingo, estando previstas 12 regatas. Neste primeiro dia realizaram-se três, o que significa que o Campeonato já está oficializado.

Para os restantes três dias (sexta, sábado e domingo) estão previstas 9 Regatas, estando o “Skippers Meeting” marcado para as 9 horas e a largada para as 10 horas.

A Cerimónia da Entrega de Prémios acontecerá pelas 20 horas deste domingo, dia 7, no decorrer do Jantar que será realizado no Bar do CNH.

As provas de apuramento reguladas pela Federação Portuguesa de Vela são 4: a 1ª decorre agora no Faial de 4 a 7 deste mês; a 2ª será na Barragem do Alqueva, no início de Março, por altura do Carnaval; a 3ª será no fim-de-semana do 25 de Abril em Lagos, e a 4ª está marcada para Cascais, no mês de Maio.

jorge fontes 1 2018

Jorge Fontes, Coordenador da Segurança no Mar e Responsável por fazer a ponte entre o CNH, a Associação de Formula Windsurf Portugal e os Atletas

Jorge Fontes (membro da Direcção do CNH e Director da Secção de Windsurf) na  qualidade de Coordenador da Segurança no Mar e Responsável por fazer a ponte entre o CNH, a Associação de Formula Windsurf Portugal e os Atletas, faz o balanço à forma como decorreu o primeiro destes 4 dias de Prova.

“Neste primeiro dia foram realizadas três Regatas com condições bastante boas. O vento foi constante, do quadrante Nordeste, com uma média a rondar os 15 nós. Nos lugares dianteiros não houve grande variabilidade. Aliás, os atletas da frente foram muito consistentes nos resultados alcançados nestas três Regatas. Este primeiro dia de Prova foi dominado pelos velejadores com mais experiência e títulos. Não houve, portanto, grandes surpresas, já que são os que normalmente se evidenciam. No entanto, devo realçar que o desempenho dos atletas do Faial não foi mau, tendo em conta a ausência de ritmo competitivo e as limitações em termos de equipamento. Também é preciso ter em atenção o facto de estarmos a falar de categorias diferentes.

Sabemos que os atletas que dominam fazem um investimento avultado em equipamento, o que faz toda a diferença.

Os dois faialenses em prova participam numa postura de experimentar um novo desafio dentro de um desporto que está em expansão.

jorge fontes 2 2018

“O desempenho dos atletas do Faial não foi mau, tendo em conta a ausência de ritmo competitivo e as limitações em termos de equipamento”

Naturalmente que um evento desta envergadura e com os nomes sonantes que atrai constitui uma motivação extra para a Secção de Windsurf do CNH, constituindo uma excelente forma de promover a modalidade, despertando o interesse nos que já praticam e nos que poderão vir a praticar.

Formação e visibilidade são o mote da nossa Secção. E foi nessa perspectiva que aceitámos o desafio da Associação de Formula Windsurf Portugal para entrar na Organização desta Prova, que encaixa na estratégia traçada pelo Clube: promover e dar visibilidade.

Tratando-se de uma competição de cariz nacional reveste-se de grande prestígio para o Clube Naval da Horta, uma instituição com provas dadas no que concerne à oganização de eventos nacionais, sobressaindo sempre a excelência do seu trabalho organizativo e de divulgação da Ilha do Faial e da Região Açores.

Gostava de aproveitar esta oportunidade para enaltecer e agradecer o importante trabalho dos Voluntários na preparação e segurança da Prova, sendo que alguns cedem os seus barcos para apoio no mar.

Nestes 4 dias de Prova estamos a falar de um grupo de Voluntários superior a 25 pessoas, onde se incluem os elementos da Comissão de Regata. Há que salientar a disponibilidade e a generosidade de todos, aspecto decisivo para um sucesso global”.

As Classificações deste primeiro dia podem ser consultadas nesta ligação.

Veja na nossa galeria de imagens mais fotos desta prova.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.