logo cnh5

Allegro Vivace de Duarte Barcelos vence Atlantis Cup 2021

A última perna da Regata da Autonomia ligou as ilhas de São Jorge e Faial

Allegro Vivace, de Duarte Barcelos, venceu a última perna da Atlantis Cup, em ORC, que ligou Velas (São Jorge) à cidade da Horta (Faial).

Com a vitória, decidida muito perto da linha de chegada, o Allegro Vivace confirmou a vitória na Regata da Autonomia.

duarte barcelos resize 45 resize

"A estratégia passou por ir o mais rente à costa possível, dentro do canal, devido à corrente. Ir o mais rente ao Pico possível. Acho que correu bem", explica Duarte Barcelos, vencedor da Atlantis Cup 2021, em ORC.

Em segundo lugar, ORC, ficaram os veleiros Vertigo e Muito Linda.

Para Lúcio Rodrigues, presidente do Clube Naval da Horta (CNH), organizador da Regata da Autonomia, a participação dos velejadores mostra bem a apetência pela Atlantis Cup e a vontade de estar no mar.

lucio rodrigues resize 32 resize

"O desporto náutico está associado a muito daquilo que são as nossas vidas. As pessoas estiveram amarradas, condicionadas, durante bastante tempo. As pessoas reagiram ao nosso apelo e foram para o mar", explica Lúcio Rodrigues, presidente do CNH.

A 32ª edição da Atlantis Cup começou logo a seguir ao Campeonato de Portugal ORC, que decorreu em Angra do Heroísmo (Terceira), o que permitiu que muitas das embarcações que participaram no campeonato também participassem na Regata da Atonomia, que reuniu uma frota de 18 embarcações de cruzeiro.

"Muitos daqueles que o fizeram nem são dos Açores e vão ficar cá mais de um mês. Penso que isso só engrandece a Regata da Autonomia, a regata de todos os açoreanos".

Lúcio Rodrigues descreve a Atlantis Cup com uma única palavra: Açores.

Em relação às tripulações que participaram na Atlantis Cup em Open, Super Açor ficou em primeiro lugar, seguido por Ventosga e Aqquavi.

Organizada pelo Clube Naval da Horta (CNH), a Atlantis Cup, Regata da Autonomia, conta com o Alto Patrocinio da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

A Regata da Autonomia ligou, na edição 32, as ilhas do Grupo Central do Arquipélago dos Açores: Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial.

No próximo ano, a Atlantis Cup unirá mais ilhas.