Projecto “School at Sea”: “Thalassa” chegou à Holanda – Mariana Rosa de regresso a casa

Mariana e Miriam, na chegada à Holanda

A velejadora do Clube Naval da Horta (CNH), Mariana Rosa, desembarcou pelas 11 horas deste sábado, dia 21, em Ijmuiden, na Holanda, porto de onde partiu a 21 de Outubro no “Thalassa”, no âmbito do “School at Sea”, Projecto holandês destinado a alunos de todo o mundo, do ensino secundário, com idades compreendidas entre os 14 e os 17 anos de idade.

Mariana Rosa e os restantes colegas – onde se encontra Miriam Pinto, ambas alunas da Escola Secundária Manuel de Arriaga (ESMA) da Horta – chegaram ao porto de Scheveningen, na Holanda, esta terça-feira, dia 17, onde permaneceram até a este sábado de manhã. E na manhã deste sábado navegaram até ao porto de Ijmuiden (Holanda), que fica a poucas horas de distância, assinalando, assim, o terminús da viagem exactamente no mesmo local de onde partiram.

school sea cartaz recepcao miriam mariana chegada holanda 2018

Os pais dos alunos holandeses apresentaram um cartaz de boas-vindas para receber a Mariana e a Miriam, à semelhança dos que os pais destas portuguesas fizeram na recepção que decorreu no Faial, no fim de Março último

Recorde-se que o “Thalassa” fez escala no Faial, de onde zarpou no dia 3 do corrente, rumo à Holanda, que representa o fim desta aventura de 6 meses.

Susana Rosa, mãe da velejadora do CNH, explica como decorreu a última etapa da viagem: “Depois de terem saído do Faial, pararam novamente na Corunha, onde atracaram no dia 8 deste mês. A viagem foi rápida, porque houve bom vento, mas apanharam ondas de 6 a 7 metros. A Mariana referiu que o trabalho de leme foi mais difícil, adiantando que, ainda assim, todos tinham conseguido cumprir a sua tarefa de navegação.

A comitiva esteve na Corunha até ao dia 12, rumando à Holanda. Esta paragem ficou a dever-se a um problema de saúde, por parte de um professor, o que obrigou a uma ida  ao hospital.

Tripulantes e alunos chegaram ao porto de Scheveningen, na Holanda, no passado dia 17. Nestes últimos dias trabalharam na elaboração dos seus relatórios tendo contado, também, com testemunhos de antigos participantes no que toca à preparação para o regresso a casa. 

school sea final aventura 6 meses 2018

Chegou ao fim a aventura de 6 meses

No dia 21 desembarcaram às onze da manhã. Os pais dos alunos holandeses prepararam uma recepção com música, comes e bebes, tendo sido entregue à Fundação “School at Sea” uma placa destinada a assinalar o projecto do ano lectivo 2017/2018”.

Fernando Rosa, pai de Mariana Rosa, foi até à Holanda, com o intuito de fazer a viagem de regresso a Lisboa com a filha.

Em jeito de retrospectiva, lembramos que, do Faial, já participaram neste Projecto – que anteriormente era realizado a bordo do “Regina Maris” – Júlia Vieira Branco, Bartolomeu Ribeiro, Emília Vieira Branco, Carolina Salema e Jorge Medeiros, com a particularidade de todos terem frequentado a Escola de Vela do Clube Naval da Horta.

school sea nome mariana rosa na placa do projecto 2018

O nome de Mariana Rosa figura na placa que assinala o Projecto de 2017/2018

Aguardamos a chegada da Mariana ao Faial para desvendarmos mais experiências desta epopeia marcante e inesquecível, com paragens em Espanha (Corunha); Portugal  (Porto Santo, na Madeira); novamente Espanha (Tenerife, nas Canárias); Cabo Verde (São Vicente); Dominica; Martinica; Santa Lúcia; Curaçau; Panamá (San Blas, Portobelo e Bocas del Toro); Cuba; Bermudas; Faial (Açores); novamente Corunha e Holanda.

Fotografias cedidas por: Susana Rosa

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.