Botes Baleeiros 2019 - Regata de Vela de São João do Pico interrompida “por ter expirado o tempo da prova”

Fotografia de arquivo de: José Macedo

Uma avaria na “Walkiria” – que já se encontra a ser reparada – fez com que a viagem que estava prevista para São João do Pico, na manhã deste sábado, dia 06, tenha ficado inviabilizada. A lancha do Clube Naval da Horta (CNH) tinha como missão rebocar os 5 botes (“Senhora da Guia”, “Capelinhos”, “Senhora do Socorro”, “Claudina” e “Maria da Conceição”) que iriam participar na Regata de Vela de Botes Baleeiros de São João do Pico.  Sexta-feira à tarde, já estavam inscritos nesta prova 25 botes do Faial e Pico.

Perante o sucedido, foi solicitado apoio ao Clube Náutico das Lajes do Pico, tendo o seu Presidente, Ricardo Ferreira, cedido a lancha “Rosa Maria”, que veio ao Faial rebocar os botes. Neste caso, apenas seguiram até ao Pico os 2 botes baleeiros do CNH: “Claudina” e “Maria da Conceição”.

O “Maria da Conceição” iria participar em nome do CNH, tendo como Oficial, Luís Alves, ao passo que o “Claudina” tinha sido emprestado à comitiva da Azorean Maritime Heritage Society (AMHS), de New Bedford, dos EUA, para também disputar esta prova do Campeonato do Pico.

A falta de vento levou a Organização da Regata de São João a adiar a largada, que estava prevista para as 14 horas de sábado, o que só veio a acontecer por volta das 17h30.

De acordo com informações prestadas pela Comissão de Regata foi interrompida a disputa quando foi considerado que o tempo de prova já tinha expirado. O bote “Maria da Conceição”, bem como outros, estavam muito próximos da meta.

Esta deveria ter sido a primeira Regata efectiva do Campeonato de Botes Baleeiros da Ilha Pico neste ano de 2019, atendendo a que a prova que estava calendarizada em primeiro lugar – Regata Terra Baleeira – foi adiada devido às adversas condições climatéricas.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.