SM2019 - Motonáutica - Prova do Campeonato Regional: dia 10/Convívio Volta à Ilha do Faial: dia 11

A 3ª e penúltima Prova do Campeonato Regional de ‘Jet Ski’ realiza-se este sábado, dia 10, na ilha do Faial, no decorrer do Festival Náutico (da Semana do Mar) 2019, organizado pelo Clube Naval da Horta (CNH). A prova vai contar com a presença de um piloto muito especial. Trata-se do Campeão do Mundo na Classe GP3, Vitorino Rodrigues, que vem propositadamente ao Faial disputar a corrida. “É um motivo grande de interesse, pois teremos a oportunidade de ver um piloto a correr a sério”, salienta Marco Garcia, Coordenador da Secção de Motonáutica do Clube Naval da Horta.

Este Dirigente revela, ainda, que a etapa do Campeonato Regional deste sábado também  irá contar com a presença de um representante – Sebastião Pessanha – da Associação de ‘Jet Ski’ e Motonáutica dos Açores, vindo de São Miguel.

Razões fortes para assistir à prova, que está marcada para as 10 horas deste sábado, dia 10, na Baía da Horta.

O Convívio Volta à Ilha do Faial acontecerá pelas 15 horas de domingo, 11, último dia do Festival Náutico de 2019.

15 pilotos do Faial, Pico, São Jorge, Terceira e São Miguel

seccao motonautica 1 2018

Márcio Gomes, Pedro Freitas, Marco Garcia e Tiago Mota: pilotos e amantes da modalidade

De acordo com Marco Garcia, são esperados 15 atletas oriundos do Faial, Pico, São Jorge, Terceira e São Miguel. Do Faial, participam Tiago Mota, Márcio Gomes (em dúvida), Pedro Mendonça e o próprio Marco Garcia.

A Organização desta Prova Regional é da responsabilidade do Clube Naval da Horta em parceria com a Associação de ‘Jet Ski’ e Motonáutica dos Açores.

A 1ª Prova do Campeonato Regional de 2019 aconteceu em Junho, na Terceira, aquando das Sanjoaninas, e a 2ª na ilha de São Jorge, por altura da Semana Cultural das Velas. A última será em Setembro próximo, na ilha de São Miguel.

Recorde-se que já em 2018 o Faial recebeu uma prova do Campeonato Regional, inserida no Festival Náutico.

Marco Garcia aproveita esta oportunidade para explicar que o ‘Jet Ski’ está englobado na Motonáutica”. E acrescenta: “Tudo o que for desportos de motos de água ou ‘Jet Ski’s’ na água insere-se na Motonáutica. Mas o ‘Jet Ski’ engloba as 2 vertentes: o ‘Jet Ski’ em pé e a moto de água sentado”.

sm2018 motonautica marcio gomes marco garcia 2018

Márcio Gomes e Marco Garcia: 2 rostos da Motonáutica no Faial

Associação traz material para a prova no Faial

A prova realizada em 2018 “correu bem”, pelo que as expectativas para este ano são de que o resultado volte a ser o mesmo. “Estão salvaguardadas todas as condições de segurança e está a ser dada toda a atenção aos diferentes pormenores”, salienta este Responsável, que recorda: “No ano passado houve alguns problemas por causa das bóias e para evitar essa situação, este ano a própria Associação vai trazer algum material para apoio na montagem do percurso”. “Penso que está tudo coordenado para que a prova decorra com normalidade”, garante.

Marco Garcia refere que os amantes da Motonáutica aproveitam a Semana do Mar para trazer a sua moto e dar o passeio. Há quem venha só pelo passeio mas também há quem faça a viagem até ao Faial de propósito para a prova de ‘Jet Ski’. “Neste caso, estamos a falar de pessoal um pouco mais jovem”.

Em 2018, a Associação de ‘Jet Ski’ e Motonáutica dos Açores custeava a viagem da moto e do piloto, em transporte marítimo, e a alimentação do atleta – ficando a estadia a cargo do clube organizador – a quem quisesse disputar o Regional na classe das Motos de Água. “Mas por razões orçamentais, este ano esse apoio foi reduzido, pelo que são esperados menos pilotos nessa classe”, lamenta este Dirigente. 

“Precisamos de um treinador certificado para haver uma Escolinha do Desporto”

Marco refere que “têm sido feitos alguns treinos”, evidenciando que “o grande problema da modalidade no Faial reside na dificuldade em montar uma Escolinha do Desporto por causa da certificação do treinador”. E prossegue: “Se conseguissemos ter um treinador certificado pela modalidade, seria tudo muito mais facilitado na obtenção de apoios por parte da Associação e da Federação Portuguesa de Motonáutica. Se tivessemos 10 miúdos a praticar, a Federação cedia-nos um ‘Jet Ski’”.

Este dirigente e simultaneamente piloto assevera que “estão a ser envidados esforços com vista a conseguir um instrutor certificado”. Esse desiderato poderá vir a ser uma realidade se houver uma acção conjunta por parte das ilhas Faial e Pico. “Este ano participámos num passeio no decorrer das festas de São Roque já com o intuito de a modalidade entrar no Pico. Se o clube de São Roque se filiar na Associação por forma a ter alguma actividade, seria bom. No meu entender, só temos a ganhar com a nossa proximidade, pois se no Faial ou no Pico houvesse o tal instrutor credenciado, estas duas ilhas aproveitavam essa oportunidade apostando na Motonáutica, atendendo a que a Terceira está servida e São Miguel também”. 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.