CNH focado na credenciação do Centro de Formação de Desportistas Náuticos

A Direção do Clube Naval da Horta (CNH) apresentou em sede de Assembleia Geral, reunida na passada quarta-feira, dia 18 de dezembro, o seu Plano de Atividades e Orçamento para o ano de 2020. A revalidação da credenciação do Centro de Formação de Desportistas Náuticos está entre os seus objetivos centrais.

Este centro formativo, relembre-se, esteve encerrado provisoriamente no que respeita a Cursos de Navegador de Recreio, por falta de licenciamento de um coordenador pedagógico e pela necessidade de se revalidar a sua credenciação.

Após serem solucionadas estas situações, o Centro retomará a sua atividade em janeiro de 2020, mantendo as suas três vertentes principais em funcionamento, particularmente, ministrar cursos de Navegador de Recreio, ministrar formações sobre modalidades e equipamentos náuticos e ainda apoiar a realização de cursos e workshops associativos em áreas náuticas.

Serão novamente ministrados no Centro de Formação os cursos para atribuição das cartas de Navegador de Recreio, Patrão de Costa, Patrão Local e Marinheiro. Estão também previstas iniciativas formativas em áreas como a natação em águas abertas, botes baleeiros, windsurf e outras.

A concessão do Bar do Clube é, atualmente, outro dos principais objetivos da Direção na medida em que se encontre uma solução para tal o mais brevemente possível, mas que não deixe de ir ao encontro dos objetivos e atividades do CNH sempre que seja necessário.

De fora dos objetivos da Direção do CNH não fica a continuidade da prática desportiva, a captação de atletas e a formação.

Para tal, o CNH continuará a promover os programas Nautiférias e Vela Espetacular. A par disto, continuarão a ser lecionadas aulas curriculares de vela em parceria com a Escola Básica Integrada e com a Escola Secundária Manuel de Arriaga.

No âmbito da formação, para além da constante procura de treinadores e monitores na perspetiva de alargamento das escolas das várias modalidades e do funcionamento das Escolas de Iniciação, terão lugar cursos de iniciação e aperfeiçoamento em windsurf e vela ligeira e ainda prática inicial em bote baleeiro.

Tal como se sucede há 44 anos, o CNH continuará, em 2020, a ser a entidade organizadora do Festival Náutico inserido na Semana do Mar, cujo programa será anunciado até ao final do mês de abril.

O CNH pretende igualmente continuar a apoiar o projeto Olímpico do atleta Rui Silveira, atleta que tem como objetivo para o próximo ano alcançar os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Numa perspetiva de continuidade, o CNH continuará a dar apoio à realização de regatas internacionais que passem pela ilha do Faial, já estando de momento confirmadas as regatas Arc Europe, Les Sables -  Les Açores – Les Sables classe 6.5 e Rota das Hortências.

A realização da edição de 2020 do concurso de fotografia subaquática “Triangle Seas Photo Challenge” está igualmente no Plano de Atividades do CNH, sendo a intenção do Clube a captação de um maior número de participantes. Serão novamente promovidos em 2020 os encontros Náutica no Bar.

Segundo José Decq Mota, presidente da Direção do CNH, “este Plano visa dar continuidade às orientações que têm possibilitado o crescimento e a melhoria qualitativa das atividades desportivas náuticas de todas as modalidades, da qualidade das muitas provas e eventos que se fazem todos os anos e a consolidação das ações de captação para o nosso Porto da náutica internacional de recreio e desporto”.

Relativamente ao Orçamento, o presidente da Direção do CNH considera que o mesmo “foi feito com rigor” no sentido de ser um instrumento que “sirva os objetivos associativos e desportivos do Clube, mas que contribua para o equilíbrio económico e financeiro que se tem conseguido manter”.